Make your own free website on Tripod.com

II Copa do Mundo da FIFA - 1934

Frases sobre a Copa do Mundo de 1934
Home

  • "Ides para um país que se renova moral e materialmente. O italiano, deprimido antes do advento do fascismo, sente-se agora orgulhoso de sua própria raça." (Getúlio Vargas, presidente da República).

  • "Admiral, a Itália deve vencer a Copa do Mundo." (Ditador italiano Benito Mussolini avisa ao presidente da Federação Italiana de
    Futebol, Admiral Vaccaro, sobre os seus planos para o Mundial disputado dentro de casa. A Copa do Mundo de 1934 foi usada por Mussolini como instrumento político, e o ditador fez questão de marcar presença em todas as partidas da competição).

  • "Com certeza, "Duce", vai ser uma linda conquista." (Resposta de Vaccaro).

  • "Admiral, você não entendeu. A Itália deve vencer a Copa." (Tréplica de Mussolini).

  • "Vitória ou morte!" (Frase contida em um bilhete direcionado aos jogadores italianos antes da final da Copa do Mundo, em jogo contra a Tchecoslováquia, e assinada pelo ditador Benito Mussolini).

  • "A força que a CBD apresentará no certame mundial em Roma, força aliciada, não inspira confiança ao bom brasileiro, porque é mercenária, fictícia, força
    aparente, mas fraqueza autêntica, dissimulada, que tem de periclitar, porque os propósitos e as finalidades não são positivamente patrióticas." (Texto do jornalista Paulo Várzea, publicado pelo jornal "Folha da Manhã").

  • "Não nos surprehenderá se o telégrapho nos trouxer a notícia alvisareira do triumpho do Brasil." (Reportagem do "Correio da Manhã").

  • "O objetivo é demonstrar que o esporte fascista é movido pelo idealismo dos seus dirigentes e seu povo, sob a inspiração do 'Duce'." (Admiral Vaccaro, antes do jogo contra os Estados Unidos).

  • "A partida mais difícil de todas foi contra a Espanha. O time que os espanhóis enviaram era formidável. Foram necessários homens de têmpera especial para batê-los, homens fortes e confiantes como só o fascismo pode criar." (Vittorio Pozzo, técnico campeão pela seleção italiana).

  • "A Itália desejava vencer. Era natural, mas eles tornaram isso muito óbvio." (Jean Langenus, árbitro belga que apitou o Mundial de 1934).

  • "Como teria sido terrível perder, e como é belo o futebol quando se ganha." (Vittorio Pozzo, técnico campeão mundial com a seleção italiana).

Volta a página principal